Eu, insaciável

Blog

Não estou eu satisfeito em observá-la?
Não estou eu saciado com sua companhia no parque nas manhãs de sábado?

Por que tenho me permitido olhar para Teu rosto com tanta lascívia?

Com tanto desejo…?
Com tanta paixão…?

Meus olhos já não se seguram…

Transparecem para os teus minhas aflições angustiantes…
Tua boca me encara de maneira que não consigo me esconder…
não consigo me esquivar…

Não…
Não posso…
Tenho responsabilidades…
Entrar em sua vida acabaria com tudo que já conquistei…
Esta é minha sina…

Desejar e não lhe tocar…
Sonhar com teus calorosos beijos e não tê-los…

Este sou eu, guerreando internamente entre o sim e o não…
Entre o querer e o poder…

Entre o que é certo e o que certamente me destruiria…

Soestri

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s